67 3028 9000

+ TELEFONES

Notícias

NOTÍCIAS DO AGRONEGÓCIO: MS SE CONSOLIDA COMO UM DOS PRINCIPAIS PRODUTORES E EXPORTADORES AGROPECUÁRIOS DO PAÍS

12 de dezembro de 2018 | Notícias

Em 2018, Mato Grosso do Sul se consolidou ainda mais como um dos principais produtores agropecuários do país e também de exportação destas commodities e dos industrializados que têm como matéria-prima produtos do setor.

Levantamento da Federação de Agricultura e Pecuária do estado (Sistema Famasul), divulgado nesta quarta-feira (12) mostra que o estado está no “top 10” da produção e exportação de seis dos principais produtos agropecuários do país:

O presidente do Sistema Famasul, Mauricio Saito, comenta que o volume diário de produção da soja no estado este ano chegou, por exemplo, 26,6 mil toneladas, o do milho, a 18 mil toneladas e a da cana-de-açúcar, 130 mil toneladas.

Já a de carne bovina, conforme ele, atingiu 2,3 mil toneladas diárias, de carne suína, 491 toneladas, de carne de aves, 1,1 mil toneladas e de leite a 528 mil litros.

A consolidação do estado com um dos grandes produtos do agro do país, conforme Saito, se deve principalmente a um conjunto de fatores como os investimentos dos produtos em tecnologia e inovação, possibilitando uma produção cada vez mais tecnificada; ao trabalho das instituições de pesquisa, como as fundações e as Embrapas e ao trabalho de entidades representativas do setor, que tem contribuindo para auxiliar os produtores a desenvolverem sua atividade, do campo até a comercialização.

VBP indica desenvolvimento do setor

O Valor Bruto de Produção (VBP) é um dos principais indicadores da atividade agropecuária. Ele é calculado baseado nos volumes de produção e preços médios da agricultura e pecuária do estado, e os dados apresentados nesta quarta-feira reforçam a projeção de crescimento do setor.

Conforme Saito, o VBP de 2018 deve ter um incremento de 11,35% frente ao de 2017, passando de R$ 28,71 bilhões para R$ 31,90 bilhões.

Especificamente da agricultura, o indicador deve crescer 14,07%, de R$ 17,27 bilhões para R$ 19,70 bilhões. A soja deve ter o maior aumento, 37,74%, saltando de R$ 8,44 bilhões para R$ 11,63 bilhões.

Na pecuária, o aumento deve ser de 6,30%, com o VBP passando de R$ 8,86 bilhões par R$ 9,41 bilhões. O crescimento mais expressivo vai ser da criação de bovinos, 7,44%, de R$ 7,04 bilhões para R$ 7,57 bilhões.

Fonte: G1

Você gostou? Compartilhar nas redes sociais.