67 3028 9000

+ TELEFONES

Notícias

Experimento Científico com o Top Vita da Real H é destaque em publicação da American Dairy Science Association

5 de outubro de 2021 | Internacional , Notícias , Pecuária Forte

A American Dairy Science Association, ou, em tradução livre, Associação Americana de Ciências de Laticínios, publicou em seu Journal of Dairy Science Vol. 104 No. 12, 2021, o trabalho Prophylactic use of an ultra-diluted complex on health, metabolism, and performance of weaned Holstein calves and its carryover effect up to first lactation, ou, ainda em tradução livre “Uso profilático de um complexo ultra diluído na saúde e performance de bezerras holandesas desmamadas e os efeitos transferidos após a primeira lactação”.

A publicação apresenta o experimento assinada pelos professores e pesquisadores Thiago Henrique da Silva, Arlindo Saran Netto, Iuli Caetano da Silva e M. M. Martins, da Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos da Universidade de São Paulo (USP), campus Pirassununga.

Em resumo,  o objetivo do estudo foi avaliar o efeito do Top Vita, medicamento da REAL H indicado para a saúde dos bezerros, suplementado como estratégia profilática sobre o risco de incidência de doenças, metabolismo e desempenho de bezerras holandesas desmamadas. Além disso, outro objetivo foi investigar os efeitos da transição na criação de novilhas e períodos de primeira lactação, em um ensaio duplo-cego, controlado por placebos.

Um total de 184 bezerras holandesas desmamadas, apresentando similaridade em idade e peso corporal, foram separados em 8 piquetes de forma aleatória. Durante um período de 112 dias, os animais receberam um ração mista total e foram alocados aleatoriamente em 2 grupos, sendo que um dos grupos recebeu o Top Vita e outro grupo recebeu doses similares de carbonato de cálcio como placebo.

Durante o experimento foram avaliados diariamente parâmetros como o risco de incidência de doenças, número de dias com doença e mortalidade. Medidas de desempenho e a coleta de sangue foi realizada no momento da inscrição e a cada 28 dias até o final do período de estudo.

A pesquisa apontou, entre outros aspectos, que o grupo não tratado apresentou maior risco de incidência de problemas digestivos e maior número cumulativo de dias de tratamento de doenças transmitidas por carrapatos. Em relação a medidas corporais, maior altura da cernelha e profundidade de corpo foram detectadas em bezerras que usaram o Top Vita nos dias 28 e 84, respectivamente. Finalmente, maior risco de descarte foi observado no grupo sem Top Vita durante o período de criação das novilhas.

Leia o artigo completo abaixo.

Você gostou? Compartilhar nas redes sociais.

WhatsApp Fale Conosco