67 3028 9000

+ TELEFONES

USO DE MEDICAÇÃO HOMEOPÁTICA NO TRATAMENTO DE CÃES COM INSUFICIÊNCIA RENAL CRÔNICA – RELATO DE CASOS

Rafaela Zanchet da Silva1, Antonio Defante Junior2, Mario Franco Trezfger Cinato2, Denise Zamboni Telles3, Murilo de Castro Filho3, Dr. Claudio Martins Real4

  1. Médica Veterinária com especialização em Homeopatia Veterinária. Email: rafaelazanchet@hotmail.com
  2. Médico Veterinário especialista em Clínica e Cirurgia de Pequenos animais.
  3. Médico(a) Veterinário(a).
  4. Prof. emérito da UFRGS e UFMS.

RESUMO

A insuficiência renal crônica (IRC) é um processo progressivo comumente encontrado na clínica de pequenos animais. Os sinais clínicos podem ser discretos ou mesmo imperceptíveis por um longo tempo nos estágios iniciais da doença. O diagnóstico da IRC nesta fase se fundamenta na determinação das taxas de uréia e creatinina sanguíneas para avaliar a função renal. O uso de medicamentos homeopáticos têm evidenciado sua ação neste particular, promovendo a melhora da função renal e da qualidade de vida dos animais. Este trabalho relata dois casos de IRC tratados com o medicamento homeopático HomeoPet Pró-Rim® que em um curto espaço de tempo comprovam esta ação. No CASO I em seis dias as taxas de uréia e creatinina reduziram 39% e 50%, respectivamente, passando de 89mg/dL para 54mg/dL a taxa de uréia e de 1,6mg/dL para 0,8mg/dL a taxa de creatinina. No CASO II em 10 dias as taxas de uréia e creatinina reduziram, respectivamente, 51% e 39%, passando de 154mg/dL para 75mg/dL a taxa de uréia e de 1,8mg/dL para 1,1mg/dL a taxa de creatinina.

ABSTRACT

Chronic renal failure (CRF) is a progressive process commonly found at the small animal clinical. The clinical signs may be discrete or imperceptible for a long time in the early disease stages. At this stage, the diagnosis of CRF is based on the determination of urea and creatinine blood rates, to assess the renal function. The homeopathic medicines have shown their action in the CRF promoting improvements in the renal function and the animal quality life. This paper reports two CRF cases treated with the homeopathic medicine HomeoPet Pró-Rim®, which in a short time could be prove its action. The CASE I in six days the urea and creatinine rates reduced 39% and 50%, respectively, urea reduced from 89mg/dL to 54mg/dL and creatinina from 1,6mg/dL to 0,8mg/dL. The CASE II in ten days the urea and creatinine rates reduced, respectively, 51% and 39%, urea reduced from 154mg/dL to 75mg/dL and creatinina from 1,8mg/dL to 1,1mg/dL.

REVISÃO DE LITERATURA

De acordo com MADDISON & SYME (2010), doenças renais são problemas de ocorrência relativamente frequente na clínica de cães e gatos.

A Insuficiência renal é uma síndrome que ocorre quando os rins não são mais capazes de manter as suas funções, reguladora, excretora e endócrina, o que ocorre, segundo ETTINGER & FELDMAN (2008), quando 75% ou mais do número de néfrons estão comprometidos.

Trata-se de uma doença de caráter progressivo, frequentemente encontrada em animais idosos, mas também pode ocorrer em cães e gatos jovens, podendo ser resultado da evolução de doenças renais agudas não convenientemente tratadas, ou por que as causas são constantes, mas de fraca intensidade, ou quando o organismo debilitado não responde adequadamente ao agente agressor (ETTINGER & FELDMAN, 2008; MADDISON & SYME, 2010). Na maioria dos cães e gatos os fatores responsáveis pelo início da IRC permanecem obscuros, independente do diagnóstico clínico (ETTINGER & FELDMAN, 2008).

Os sinais clínicos da IRC resultam da perda da função renal e podem ser, nos estágios iniciais da doença, mínimos ou imperceptíveis por um longo período (MADDISON & SYME, 2010). Segundo ETTINGER & FELDMAN (2008), a poliúria e polidipsia compensatória estão entre as primeiras manifestações clínicas da Insuficiência Renal Crônica.

Com a diminuição do número de néfrons, que ocorre na IRC, os néfrons remanescentes se adaptam visando manter a homeostasia no organismo. Essa adaptação na maioria das vezes não é suficiente para a excreção de uréia e creatinina, uma vez que a eliminação destes é dependente da taxa de filtração glomerular (MADDISON & SYME, 2010). Por esse motivo, em pacientes com suspeita da doença é essencial avaliar a função renal (teores de creatinina e uréia no sangue). Para diagnosticar a IRC a urinálise também é útil, para identificar se a causa da azotemia é pré-renal, renal ou pós-renal (ETTINGER & FELDMAN, 2008).

A pesquisa de novos fármacos para combater as doenças nos homens e nos animais é uma busca crescente. Frequentemente esses medicamentos são de origem química e podem causar intoxicações nos usuários, por esse motivo, recentemente tem-se recorrido a terapêuticas diferenciadas, como exemplo a homeopatia.

A Homeopatia é um método terapêutico baseado na Lei dos Semelhantes. Para a cura das doenças ela se utiliza de medicamentos que quando experimentados no homem/animal sãos provocam sintomas semelhantes a doença que se pretende tratar. Essa terapêutica foi desenvolvida pelo médico alemão Samuel Hahnemann, no final do século XVIII (HAHNEMANN, 2007). Ela age estimulando as próprias defesas do organismo, restabelecendo o equilíbrio orgânico, levando-o a uma cura suave e duradoura, uma cura real (VANNIER, 1940). Enquanto a medicina tradicional alopática interpreta os sinais clínicos como uma manifestação da doença, a Homeopatia considera-os como uma reação natural do organismo, contra as causas que o agridem (MILMANN & OSDOIT, 2002).

Por utilizar medicamentos extremamente diluídos e potencializados, processo conhecido como dinamização, a Homeopatia não causa efeitos colaterais, intoxicações e intolerâncias, não existindo qualquer tipo de contra indicações. Além dessas vantagens, os medicamentos homeopáticos podem ser associados a qualquer outra terapia, ela atua também melhorando a qualidade de vida em pacientes terminais de câncer, insuficiência renal, hepática, cardíaca e na imunodeficiência (LOPES, 2009).

Esse trabalho objetiva demonstrar o efeito de medicamentos homeopáticos em pacientes com nefropatia crônica.

DESCRIÇÃO DO CASO I

Canino, macho, 14 anos de idade, sem raça definida, foi levado pelo proprietário na Clínica Veterinária Bourgelat em Campo Grande – MS (07/10/2010) para “check up” anual. Durante a anamnese o proprietário relatou que o animal apresentava vômitos esporádicos. Foram realizados exames bioquímicos e hemograma, visando avaliar a situação. O exame laboratorial evidenciou alteração nas taxas de creatinina (1,6mg/dL) e uréia (89mg/dL). Diante destes elementos chegou-se ao diagnóstico presuntivo de IRC. O tratamento indicado foi Homeopet Pró-Rim®[1] uma borrifada via oral três vezes ao dia.

Após seis dias de tratamento (13/10/2010) foi realizado um novo exame bioquímico que demonstrou uma redução de 50% na creatinina (0,8mg/dL) e 39% na uréia (54mg/dL). Diante dos resultados favoráveis, foi indicado continuidade do tratamento.

DESCRIÇÂO DO CASO II

Em 18 de novembro de 2010, canino, fêmea, de dois anos de idade, da raça Dachshund, foi levada pelo proprietário para consulta na Clínica Veterinária Bourgelat, Campo Grande – MS, pois apresentava vômitos esporádicos. Foram realizados vários exames, incluindo bioquímicos e hemograma, visando avaliar a situação do animal. Observou-se no bioquímico alteração da função renal, caracterizado pela elevação das taxas de creatinina (1,8mg/dL) e uréia (154mg/dL). Visando melhorar a função renal do animal foi indicado o tratamento com o produto homeopático HomeoPet Pró-Rim® uma borrifada via oral três vezes ao dia.

No retorno seguinte à clínica que ocorreu 10 dias após (29/11/2010) o exame bioquímico revelou creatinina 1,1mg/dL e uréia 75mg/dL. Com o tratamento homeopático a creatinina teve uma queda de 39% e a uréia de 51%. Como os resultados foram favoráveis, em apenas 10 dias de tratamento, foi indicado continuar o uso do Pró-Rim®.

DISCUSSÃO E CONCLUSÃO

O tratamento clínico da IRC é conservador, se baseia no tratamento sintomático e de suporte, com objetivo de melhorar a qualidade de vida do animal (ETTINGER & FELDMAN, 2008). O medicamento homeopático HomeoPet Pró-Rim® foi útil para melhorar a função renal dos animais, fato confirmado pela diminuição das taxas de uréia e creatinina.

Os resultados de ambos os casos comprovam que o produto homeopático HomeoPet Pró-Rim® se revelou eficaz e produziu uma resposta rápida nos pacientes estudados. Foi indicado continuar o tratamento homeopático por tempo indeterminado para minimizar a progressão da Insuficiência Renal, o que constitui um dos objetivos do tratamento da IRC descritos por ETTINGER & FELDMAN (2008). Uma das vantagens da homeopatia é que ela pode ser utilizada por tempo indeterminado sem causar efeitos colaterais ou intoxicações (LOPES, 2009).

REFERÊNCIAS

ETTINGER, S.J.; FELDMAN, E.C. Tratado de medicina interna veterinária: doenças do cão e do gato. 5 ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, p. 1686 – 1749, 2008.

HAHNEMANN, S. Exposição da doutrina homeopática, ou, Organon da Arte de Curar. São Paulo: GEHSP “Benoit Mure”, p. 216, 2007.

MADDISON, J.; SYME, H. Chronic kidney disease in dogs and cats: pathophysiology and diagnosis. Irish Veterinary Journal. v. 63 n. 1 p. 44 – 51. 2010.

LOPES, D.F. A Homeopatia Através dos Séculos. Cães e Gatos, ed.126, p. 42-44, 2009.

VANNIER, L. La Douctrine Homeopathique. Ed Vigot Fréres. Paris p. 392, 1940.

MILMANN, J.; OSDOIT, P. Homéopathie Vétérinaire de la théorie à la pratique.Enbourg: Marco Pietteur, p. 352, 2002.

  1. HomeoPet Pró-Rim®: Medicamento homeopático fabricado pelo Laboratório Homeopático Veterinário Real & Cia Ltda.

 

Você gostou? Compartilhar nas redes sociais.